O mundo e sua diversidade cultural!

Durante séculos o mundo foi mudando graças às mudanças nos ideais, nos desejos e nos gostos das pessoas. Essas mudanças fazem o mundo girar e trazem sempre um novo significado ao termo “contemporâneo”. A mudança das pessoas é algo totalmente normal e a diversidade cultural também. Cada país do mundo tem um costume que pode ser considerado peculiar em relação aos costumes de outros países. Isso pode ser notado se analisarmos a forma em que alguns povos se vestem, na forma que comem (e o que comem), no tipo de música que ouvem e nos valores e nos ideais que defendem.

Existem várias coisas que moldam a personalidade das pessoas. A nacionalidade impõe valores sociais às pessoas desde que eram pequenas. Elas crescem vendo e copiando o que os pais fazem até estarem adaptadas aos costumes daquele lugar. A influência cultural pode interferir nos gostos músicas, e é assim que nascem estilos de música que podem variar desde o Rock Clássico, até o Zouk – estilo de música originado nas Antilhas Francesas – e que influencia um pouco da música brasileira. A comida típica e as vestes também são muito influenciadas dependendo da nacionalidade da pessoa.

A raça é outro fator que pode influenciar a vida das pessoas. Na Índia, a diferença entre raças justifica a segregação de povos indianos em Dalits (impuros e sem casta) e Brâmanes (Sacerdotes, sábios e professores criados a partir de Brahma, Deus hindu). Para os europeus recém-chegados na África, os negros não eram dignos de viver igual aos brancos, e foram escravizados durante muito tempo. Consequência da escravidão naquela época, até hoje negros sofrem preconceito por parte dos demais cidadãos. Da mesma forma que o sexo influenciou e determinou a classe operaria nas indústrias e logo depois foi alvejada por revoltas feministas que visam à igualdade ou a hegemonia das mulheres em relação aos homens.

As religiões impõem valores espirituais e morais bem diversos. Algumas ensinam a seus fiéis que a paciência, a calma e a simplicidade são essenciais para ser feliz. Outras que o amor é a origem de tudo, e que é fundamental para formar um caráter justo nas pessoas. Mas existem algumas que são tão radicais, que justificam ataques terroristas, assassinatos e traições a quem vai contra seus ensinamentos, pregando acima de tudo a intolerância.

Imagem 1 Religião
Créditos da imagem: UOL Notícias.

Os ideais formam um ponto de vista nas pessoas em relação à sociedade. Os ideais iluministas, por exemplo, são conhecidos por defender a liberdade e a igualdade, mas também indo contra alguns ideais religiosos da época. Mas também existe o Nazismo, representando principalmente o ponto de vista de ditadores como Adolf Hitler, que era totalmente intolerante em relação aos judeus e outras raças que ele considerava “impuras”. Esses ideais podem estar por trás dos governos mais poderosos do mundo, e são de extrema importância para o bom andamento da humanidade. Uma oposição de ideias por parte de grandes líderes pode mudar o rumo da humanidade causando até mesmo uma guerra.

Neste Post, quis mostrar a magnitude do termo “sociedade” e “cultura”, já que convivemos todos os dias com pessoas iguais a nós, mas que vivem de forma diferente. Elas pensam de forma diferente, ouvem outros tipos de música, algumas são conservadoras e outras mais radicais, e apesar dos desejos, dos valores, da condição social e da nacionalidade, todos podemos aprender uns com os outros.

Igor França, São Paulo – 2012